SEMB

O Seminário de Missões e Evangelismo Betesda existe desde muito tempo.

Mas o que é o SEMB?
É um lugar onde pessoas que servem a Deus irão desfrutar de momentos maravilhosos, desafiadores e de constantes encontros com Deus e com o "outro".

Quando ocorre o SEMB?
O SEMB ocorre geralmente na primeira semana do mês de julho de cada ano.

Como ocorre?
Na primeira semana a pessoa que irá participar do SEMB (sembista) fica interno, recebendo treinamento e participando de oficinas e palestras que ajudarão no campo missionário.
Na segunda semana, ocorre o prático, onde tudo aquilo que o sembista aprendeu será colocado em prática.

Mas por quê SEMB ®EVOLUTION?
Por quê, esta nova geração de sembistas muito mais do que pregar o evangelho, estão antenados com o que acontece no mundo, eles revolucionam não apenas pelas palavras, mas simplesmente pelo jeito de ser.
Antenados com o mundo que os cerca eles se sentem preparados para dizer um basta e juntos se engaj@rem nesta luta a favor do reino de Deus.
Venha e faça parte desta turma!

sábado, 1 de outubro de 2011

É possível sermos livres e ao mesmo tempo predestinados?

Segundo o dicionário Michaelis, a definição de liberdade está ligada a um estado na qual o indivíduo está livre e isento de restrições externas ou coações físicas e morais.  A partir deste pressuposto, pode-se entender que a liberdade em uma perspectiva teológica consiste na isenção de qualquer restrição por parte de Deus ao ser humano.
Deus em nenhum momento criou os seres humanos para serem manipulados por ele mesmo, pelo contrário, quando o Criador criou a humanidade ele disse em alto e bom som: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.”(Gn 1:26), em outras palavras, “Eu estou criando o ser humano tão parecido comigo ao ponto de permitir que ele desenvolva sua inteligência, criatividade, raciocínio, independência, tendo o conhecimento que a qualquer momento se ele quiser não andar mais comigo isso pode ocorrer, eu quero que seu relacionamento comigo seja na base do amor e não se uma servidão cega e autoritária”. Cristo em um determinado momento de sua caminhada ratifica o que o Pai já o havia revelado: “Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer.” (Jo 15:15).
O relacionamento que Deus deseja ter com a humanidade não está baseado em uma determinação divina, mas simplesmente no amor, e esta é base de todo o cristianismo: “Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.” (Jo 13:34-35). Ou seja, na liberdade dada por Deus não há espaço para a predestinação, o futuro não está com as cartas marcadas, Cristo nos chama para uma construção, que resultará na Nova Jerusalém, onde todos aqueles que se sintam livres pelo amor de Deus desfrutará da presença gloriosa do Pai Todo-Poderoso.
 Vale salientar que, somente a partir do momento em que Cristo declara que a profecia contida no livro de Isaías foi cumprida nEle próprio (Lc 4:1-21), e assim o ser humano de forma livre e espontânea reconheça que Jesus é o Senhor, começa assim este novo relacionamento com Deus e o ser humano remido. Sem espaço para determinações, mas sim um relacionamento sincero e embasado pelo amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário